É hora de renovar com a ICF-SP!

Faça parte da nossa Comunidade e tenha acesso a uma programação exclusiva.

Copie e cole o link no seu navegador: https://www.sympla.com.br/renovacao-icf-capitulo-regional-sp-2018__300236

4 Artigos sobre Coaching e Psicoterapia

Texto de Introdução de Ana Monteiro 

Na busca de conteúdos relevantes para a comunidade de coaches da ICF-SP, o Comitê Editorial da ICF-SP (*) buscou responder a seguinte pergunta: Quais as diferenças entre coaching e terapia?

Este assunto é bastante atual, não somente porque mobiliza discussões na comunidade de Coaching, mas também devido à polêmica que surgiu algum tempo atrás, relacionada a uma novela da TV Globo.

A ICF Brasil publicou em 07/02/2018 um comunicado oficial que recomendamos muito intitulado “Obra de ficção confunde a percepção da realidade!”, onde muito apropriadamente distingue realidade da ficção, esclarecendo o que é coaching e como a ICF através de suas 11 competências e seu rigoroso código de ética, direciona o trabalho de seus associados, para processos de coaching responsáveis e respeitosos, não somente em relação aos clientes, mas também em relação a outras áreas de atuação e a sociedade.

Encontramos muitos artigos que tratam deste assunto com abordagens distintas e interessantes. Visando contribuir com esta reflexão, selecionamos quatro artigos diferentes que traduzimos ou resumimos e que apresentamos aqui. 

O primeiro deles, “Coach de Vida versus Terapeuta”, encontramos no website de Tony Robbins, coach internacionalmente conhecido e que diz que, tanto o coaching como a terapia compartilham certas características e objetivos. Segundo Robbins, ambos trabalham para permitir que os clientes façam mudanças positivas em suas vidas e se tornem mais produtivos. Porém, enquanto os terapeutas diagnosticam e tratam a partir de uma perspectiva de saúde. Por outro lado, segundo o autor, o coaching de vida não é simplesmente uma versão diluída da terapia. É uma disciplina dinâmica projetada para ajudar a motivar e inspirar as pessoas a alcançar mais do que eles acreditam ser possível. Este artigo foi traduzido pela Denise Barbezani que é associada da ICF-SP e voluntária deste comitê. O artigo original que inclui também alguns gráficos e ilustrações pode ser encontrado AQUI: LIFE COACH VS. THERAPIST.

O segundo, “A diferença entre coaching e terapia”, escrito por Tom Henschel, coach executivo e presidente da Essential Communications, postado na www.forbes.com. A partir de uma interessante metáfora utilizada em suas conversas com um coachee, o autor identifica similaridades e diferenças entre as práticas de coaching e terapia. O resultado é uma instigante reflexão que certamente alimentará o debate sobre o tema. O trabalho de tradução foi feito pelo Wilson Gambirazi, associado e um dos fundadores da ICF-SP e voluntário do nosso comitê. As pessoas que preferirem podem encontrar o texto original AQUI: The Difference Between Coaching and Therapy.

Nosso terceiro artigo foi postado por Michael Bader, psicólogo e psicanalista de São Francisco, USA, em seu blog: “What is He Thinking?”. No artigo intitulado “Mitos do coaching – apenas terapia disfarçada” o autor discute as diferenças entre coaching e terapia e o que acredita suscitar esta discussão. Com comparações interessantes e considerações históricas e econômicas sobre o assunto, nos convida a questionar se realmente existem diferenças quando o objetivo é ajudar as pessoas. A tradução do artigo foi realizada pela nossa associada e voluntária no Comitê Editorial Ana Monteiro. Para quem preferir ler o artigo no original pode acessar AQUI: Coaching Myths - Just therapy in disguise.

O último artigo está disponível em nosso site como um resumo, “Coaching x Terapia - Uma Perspectiva” é um interessante estudo publicado no Consulting Psychology Journal: Practice and Research sobre as diferenças e semelhanças entre coaching e terapia. Os autores desse estudo são Vicki Hart, consultora organizacional; John Blattner, psicólogo, consultor e coach; Staci Leipsic, coach e terapeuta. O artigo apresenta o trabalho de entrevistas com 30 profissionais situados nos Estados Unidos, com base em sete perguntas. Todos os participantes atendiam a dois requisitos: 1) ter um grau de mestrado ou doutorado em psicologia clínica e 2) ter atuado tanto como coach como terapeuta em algum momento de sua carreira. Considerando a extensão do material optamos por apresentar um resumo que foi elaborado pela nossa associada e voluntária do Comitê Editorial Meiling Canizares. O documento integral com o artigo pode ser baixado AQUI: Coaching Versus Theraphy - A Perspective

Então apresentamos aqui a tradução dos três primeiros artigos e o quarto apresentado por um resumo devido ao seu tamanho.

Convidamos vocês a lerem os materiais que seguem, para que possamos avançar nas discussões sobre este tema.

Revisão de Meiling Canizares e Fernando Baganha

(*) Comitê Editorial da ICF-SP

O Comitê Editorial da ICF-SP foi criado em 2017 com o objetivo de buscar, selecionar e disponibilizar conteúdo relevante para os associados e pessoas interessadas nas boas práticas de coaching promovidos pela ICF.

Para colaborar com o Comitê Editorial da ICF-SP você precisa ser associado da ICF - Capítulo Regional São Paulo e pode nos enviar um e-mail para diretoria@icf-sp.org com o assunto "Comitê Editorial" nos contando como você pode contribuir com nosso trabalho.